terça-feira, 6 de março de 2012

O verdadeiro retrato da saúde de Campos





Visitei, ainda, outras 3 unidades de saúde da região Norte, nesta terça-feira (6): as UBSs Conselheiro Josino, Vila Nova e Murundú. Essas visitas têm o objetivo de darmos resolutividade aos procedimentos e serviços ligados à área da Saúde. Sempre oriento aos funcionários da UBSs que façam contato com os usuários diariamente para confirmar o comparecimento às consultas, de modo que não haja tantos faltosos. Temos visto que há, em média, 35% de não comparecimento dos doentes às consultas agendadas.
Na UBS de Conselheiro Josino encontrei pacientes como a Silvana da Silva, 21 anos, que há 1 ano, sofreu um grave acidente de moto (a jovem estava sem capacete) e foi desenganada pelos médicos: “Disseram que eu não andaria mais. Hoje faço até academia. Se não fosse a fisioterapia daqui eu não estaria bem assim”, assegurou a jovem. (Na 3a foto acima, sentada de preto)
A dona Luzia Ribeiro, 47 anos, teve uma história parecida: “Sofri um acidente de ônibus e me disseram que eu ficaria paraplégica, mas já passei por cirurgia de coluna e já estou muito bem. Moro no Morro da Parabólica, mas a ambulância me pega em casa e me traz para o posto. O atendimento é ótimo. O motorista também é muito bom!”, garantiu dona Luzia, ao lado da fisioterapeuta Karin Dias. (Na 4a foto acima)
Isso não tem preço! Esse é o retrato da saúde atualmente em Campos. As pesquisas revelam que quem fala mal da saúde pública não se utiliza dela. É claro que temos problemas, mas sempre procuramos resolvê-los na urgência de cada caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário